23 de fevereiro de 2010

QUEM CRIOU A MÚSICA "PARABÉNS PRA VOCÊ"?

Hoje é aniversário do meu avô. 86 anos, puxa vida, é uma vida não é mesmo? Estava eu com minhas elucubrações coçando o saco e separando documentos enquanto baixava alguma coisa no 4shared.

De repente, me vem a cabeça coisas como pirataria, royalties, etc e... Ih rapá. Quem inventou a música parabéns pra você deveria mandar a galera do ECADE trabalhar mais porque está perdendo dinheiro. Quantas pessoas fazem aniversário todos os dias? Parece coisa de doido, né? Mas e se fosse você o inventor dessa música? Iria gostar de perder dinheiro ou seria benevolente? Duvido, mané.
E o que dizer do famigerado Parabéns da Xuxa, que quase destituiu o tradicional? Cantam mais o parabéns da Xuxa que o próprio "Big" ou o "Com quem será".
Até em aniversário de adulto está esta porcaria marcando presença. Isso é uma espécie de metástase. Todo mundo canta. Pior que está tão arraigado quanto a propaganda do Big Mac ("Dois hamburgueres, alface, queijo, molho especial, cebola e pickles num pão com gergelim. É Big Mac".), do Chockito ou da Poupança Bamerindus.


"O tempo passa, o tempo voa. E a poupança Bamerindus continua numa boa...." Pô o Bamerindus acabou faz tempo e ainda lembro da cara daquele barbudinho e gorducho de óculos.
Mas vamos voltar a letra da Xuxa antes que eu me lembre de mais algum bord... "Oi. Se lembra da minha voz? Ah, mas dos meu cabelos.... Quanta diferença". Arghhhh!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Xuxa, letra da Xuxa.
Segue a letra:

"Hoje vai ser uma festa
Bolo e guaraná
Muito doce pra você
É o seu aniversário
Vamos festejar
E os amigos receber
Mil felicidades e amor no coração
Que a sua vida seja sempre doce de emoção
Bate, bate palma que é hora de cantar
Agora todos juntos vamos lá
Parabéns uhu Parabéns uhu
Hoje é o seu dia
Que dia mais feliz."

E no fundo, aquele vozerio de maritaca com criancinhas alucinadas gritando ÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ!!!!

Essa música foi criada nos anos 80. Uma parceria dela com Mauricio Vidal. Hoje em dia isso é cantado até quando uma criatura sofre uma fratura exposta. Meu Deus, e o Parabéns tradicional?
Qual o futuro do tradicional? Irá acabar? Cada vez mais emendam músicas e esquecem o tradicional. Hoje também é muito fácil após a cantoria da xuxa emendarem aquela:
"O Fulano vai ser abençoado.
Porque o Senhor já derramou o seu amor.
Derrama Senhor.
Derrama Senhor.
Derrama sobre ele o seu amor ôô.
Derrama Senhor.
Derrama Senhor.
Derrama sobre ele o seu amor. Amém."

E ainda tem uma segunda parte que me recuso a prosseguir. Você que faz aniversário, Feliz aniversário. Deus te abençoe, e chega! E olha que eu sou Cristão.
Encasquetado com isso, parei de coçar o saco e fui ao messias virtual, o Google, fuçar até encontrar uma resposta acerca do Parabéns pra você tradicional.
Primeiro que o “parabéns pra você” não se chama “parabéns pra você”. Ele se chama “Parabéns a você”. Isso mesmo, puristas do vernáculo. Todos nós, reles apedeutas morreríamos cantando a música de maneira errada. Igual ao Hino Nacional. Alguém aí se arrisca a cantar TODO o hino nacional em voz alta sem errar?
Fuçando daqui e dali, fui informado (não sei se por fonte fidedigna) que a melodia tinha um autor enquanto que a letra tinha outro.
A melodia da música foi criada por duas irmãs. Mildred e Patricia Smith Hill. Elas eram professoras primárias de Louisville, no estado do Kentucky em 1875. O objetivo das irmãs era fazer uma musiquinha para que as crianças cantassem na escola Louisville Experimental Kindergarten School todo dia na hora da entrada. Tipo aquela:
"Piuí, tic-tac
Não precisa empurrar
Porque eu sou pequenininho
E só ando devagar". Santa pedagogia Batman.
Não tinha absolutamente NADA a ver com aniversários ou festas. A musica se chamou “Good Morning to All” (“Bom dia a Todos”) e Mildred e Patricia Smith registraram a música em 1893.
Abaixo, a Partitura de 1893.




No ano de 1924 a musica das irmãs apareceu sem autorização num livro editado pelo americano Robert Coleman, que malocou descarado, a melodia e a primeira frase de “Good Morning to All” – o primeiro verso, Robert Coleman alterou para “Happy Birthday To You”, o popular “para-béns a você”.
Via de regra, tem sempre que ter um malandro safado. Que gaiato! Acho que o jeitinho brasileiro e a lei de Gerson são contagiosos.
Foi com esta versão que a música ganhou popularidade. Mas a família Hill não ia deixar isso barato. Por conta do plagio, Jessica Hill, irmã das criadoras da melodia, resolveu brigar na Justiça pelos direitos autorais da música.
Jessica venceu e desde então, acredite se quiser, é preciso pagar royalties para tocar o “Parabéns”! Seja no rádio, na TV ou no cinema, tocou tem que pagar. E em casa? Aí lascou de vez.
Segundo a revista americana Forbes, a gravadora Warner – a atual detentora dos direitos da música – fatura em média 2 milhões de dólares por ano só com os royalties provenientes do “Parabéns”. Eu queria ser o detentor dos direitos. Embora seja um valor baixo, considerando que no mundo existam mais de 6 bilhões de pessoas, 2 contos sem fazer nada tá bom, né? Pô, a Xuxa ganha quanto por ano com essa música chata?
É interessante notar que o Parabéns a você praticamente não tem letra na versão inglês. É só uma repetição "happy bithday to you"… Sendo que a versão mais famosa da musica é a que Marilyn Monroe cantou lascivamente para John Kennedy (aquele que sacaneou a mulher antes de casar, com uma sueca e manteve o affair por anos) no dia do aniversário do famoso presidente, com direito a saidinha do bolo e tudo, em uma das maiores calças arriadas da história.
No Brasil, o parabéns a você tem uma letra infinitamente mais bem elaborada que na versão de Robert Coleman. Afinal, ainda não existia o funk e nem o axé com suas vogais. Se o Parabéns a você fosse cantado em axé, seria mais ou menos assim:

"AA Ê A Ô Ê... TIRA O PÉ DO CHÃO!
É ÁÁ Á Ê Í A MEXE MEXE
UN Á Ê II Á Ê MAINHA
ÚÚ Â Ô Ê Í Á" Sucesso absoluto em todas as micaretas. R$50.000,00 o Abadá com 6 meses de antecedência...e por aí vai. Ou em funk:

"É Nóiz! Parabéns pra família, pra firma, na humildade aê!" prosseguindo com diversos erros de regência nominal e verbal, uma ou outra chamada de cunho sexual, quiçá fomentando a pedofilia (porque no funk agora a moda é das "novinhas") e uma mixagem a lá. Mumu- Mu- Mumuitas Fe - Mumu- Mu- Mumuitas Felicidades" etc.

Voltemos à realidade.
A letra em português surgiu quando a rádio Tupi do Rio de Janeiro organizou em 1942 um concurso para escolher uma letra que combinasse (respeitando a métrica - diferentemente de um funk) com a melodia de “Happy Birthday To You”.
Bertha Celeste Homem de Mello, ganhou o concurso com a versão que todos nós ouvimos todos os anos.
Bertha, até sua morte em 1999, fazia questão de que as pessoas cantassem a letra do jeito que ela escreveu (bonitinha):
“Parabéns a você
Nesta data querida
Muita felicidade
Muitos anos de vida.”



Olha a simpática dona Berta aí. Parece a Dona Benta.
É impressionante. Onde quer que você olhe, se cavucar, vai sair alguma merda escondida. Alguma falcatrua, algum migué. Isso sim que é "viver a vida". Não aquela bosta que o Manoel Carlos escreve. Consigo ser rodriguiano até com uma música de aniversário. Parafraseando meu mestre: "É batata"! (Inspiração: Mundogump)
Mas o que importa mesmo é o aniversário do Meu avô. Parabéns Vovô! Que Deus te abençoe.
:)

Um comentário: