20 de julho de 2011

Dia do Amigo - Jesus amigo de Judas

Hoje, 20 de julho é dia do amigo. Portanto resolvi fazer algumas considerações acerca da amizade ilustrando à luz da Bíblia uns fatos curiosos. 
Mateus capítulo 26 revela o dia da traição de Judas. Prometo me ater apenas a esse capítulo. 
Jesus era tão simples que, diferentemente do que vemos hoje nas igrejas, não usava terno. Se o misturássemos a multidão não seríamos capazes de distingui-lo dada a sua simplicidade. Então, Judas em troca de 30 moedas trama uma forma de identificar Jesus em meio a todos. 
Mateus 26:
47 - E, estando ele ainda a falar, eis que chegou Judas, um dos doze, e com ele grande multidão com espadas e varapaus, enviada pelos príncipes dos sacerdotes e pelos anciãos do povo.
48 - E o que o traía tinha-lhes dado um sinal, dizendo: O que eu beijar é esse; prendei-o.
49 - E logo, aproximando-se de Jesus, disse: Eu te saúdo, Rabi; e beijou-o.

Agora, o que me deixou de fato atarantado foi a forma com que Jesus respondeu:

50 - Jesus, porém, lhe disse: Amigo, a que vieste? 

Me coloco agora no lugar de Judas. Já havia me vendido, tramando com os fariseus: Aquele que eu beijar, é o cara.
O Beijo de Judas - Caravaggio
Jesus já conhecia os intentos do coração e havia preparado os 12 discípulos para aquele momento, informando que seria traído. E todos os discípulos perguntavam "sou eu, Rabi?". Quando Judas perguntou, obteve como resposta: "Tu o dizes". E mesmo assim, ainda chama Judas de amigo.
Não creio em equívoco da parte de Jesus. Então por que após a traição, ainda teria amor para chamar Judas de amigo????
E vocês acham que Judas era amigo de Jesus ou não? Sim ou não?
Tenho que admitir, de acordo com o texto acima, Judas era amigo de Jesus sim. O próprio o chamou assim, mesmo após a traição. Essa é a única razão para eu crer nisso. O próprio Jesus o chamou de amigo.
Esse episódio me mostra que até amigos podem nos trair. Isso se dá pelo simples fato de sermos humanos. E humano é f...ogo.
Você que lê este post, já foi traído por algum amigo? Dói mais quando a traição vem de um estranho ou de um amigo? Sem dúvidas, o amigo. Aquele que entra na nossa casa, aquele que escuta nossas lamúrias e nossos segredos.
Jesus não chamou Judas à toa. Jesus conhecia a Judas. E foi traído com um beijo, sinônimo de afeto, de intimidade.
Me colocando novamente no lugar de Judas, imagino: Eu estou dando um beijo no cara que eu estou traindo, que vai morrer por mim, que me deu a honra de desfrutar da sua amizade, de ser uma testemunha ocular de seus milagres, um homem que mudou a história da humanidade, e eu o estou traindo por trinta pratas, e ele não rejeita meu beijo e me chama de amigo. O cara tinha que morrer de remorso mesmo.
Continuando o texto:
51 - E eis que um que estava com Jesus, estendendo a mão, puxou da espada e ferindo o servo do sumo sacerdote, cortou-lhe uma orelha.
52 - Então Jesus lhe disse, mete a tua espada em seu lugar, porque todos que lançarem mão à espada, à espada morrerão (violência gera violência).
53 - Ou pensas tu que eu não poderia rogar ao meu Pai, e que ele não me daria mais de 12 legiões de anjos?
Cada legião romana era composta por 6 mil homens. Isso daria um total maior que 72 mil anjos.
54 - Como, pois, se cumpririam as Escrituras, que dizem que assim convém que aconteça?
55 - Então disse Jesus à multidão: Saístes, como a um salteador, com espadas e varapaus para me prender? Todos os dias me assentava junto de vós, ensinando no templo, e não me prendestes.
56 - Mas tudo isso aconteceu para que se cumpram as escrituras dos profetas. Então, todos os discípulos, deixando-o, FUGIRAM.
Quantos discípulos fugiram? TODOS. Ora, muy amigos, né? São estes os amigos de Jesus. Lendo esse texto a primeira vez, pensei que Jesus tinha o dedo podre para amigos. Todo mundo deu volta nEle.
Quando eu era criança, fazíamos bonecos de roupa velha, metíamos o cacete neles e a seguir ateávamos fogo. Com o restante fugindo pensei que deveríamos fazer mais 11 bonecos para fazer a mesma coisa porque não se abandona um amigo. Hoje essa tradição morreu e, muitos de vocês, leitores, nem devem se lembrar disso. Mas eu lembro.
Os amigos que não traíram, o abandonaram quando Ele mais precisava de companhia. Pedro, inclusive, o negou por três vezes. Nenhum soube retribuir a amizade naquele momento. Todavia, não deixaram de ser amigos de Jesus, mesmo assim. Isso que eu acho lindo em Jesus.
Embora o texto prove que até amigos traem, me ensine que até Jesus que conhece os corações possa ser traído e abandonado por amigos, por um outro lado, esse texto me mostra que devo cuidar e cultivar os amigos que a vida me dá. Afinal, amigos não nascem por planejamento.
Eu não planejo ser amigo deste ou aquele. Isso compete ao meu coração. Tanto o amor quanto o ódio, fazem parte da volição (vontade). Se eu quiser amar, posso amar até quem não merece o meu amor. Se eu quiser odiar, eu odeio até quem me ama. E o meu coração se acostuma às minhas vontades. Por isso eu e você, somos seres sociais. Adaptamo-nos a qualquer circunstância.
Jesus mostra nesse texto que até os amigos traem e precisamos ter cuidado com os amigos, porque estes podem nos fazer muito bem mas podem fazer muito mal também.
Eu tive na minha vida amigos que estiveram nesses dois extremos. Um deles, foi capaz de falar uma mentira tão bizarra a meu respeito, a reverberar essa mentira no meu trabalho, que cheguei a ser demitido de uma grande empresa em um momento em que era arrimo de família. Tudo isso porque ele alugou DVD no meu nome e não o entregou por preguiça. Fiquei com uma dívida de mais de R$200,00 e briguei com ele. Isso faz mais de 9 anos. Fui demitido através de uma mentira espetaculosa, cujo real motivo era 1 DVD e tinha que manter a minha família.
Olha a marca que um amigo pode deixar. Então, quais as características de um amigo verdadeiro?
Amigo verdadeiro é aquele que tem visão ampliada da diversidade de relações que o amigo tem e sabe pôr valoração a cada uma dessas amizades do amigo: Sem egoísmo ou ciuminho bobo. Ele tem consciência de que não é único.
Judas não era assim. Judas não considerou o que Jesus era ou seu papel para a humanidade. Não considerou as relações que Jesus tinha que não tivessem a ver com ele. Todos nós temos amigos iguais a Judas e muitas vezes não percebemos que eles são assim. Pior ainda, os Judas não sabem que são assim. Portanto, questione suas amizades. Se seu amigo não te empurra para Deus, pra família, estudo ou trabalho, isso não é amigo. É cilada!
Amigo é aquele cuja amizade vai além do verbo. Alcança as atitudes: Se por um lado, no texto, a despeito de Judas, Jesus tem mais 11. Pois é, TODOS fugiram. Falam uma coisa e fazem outra. Vide Pedro, que negou a Cristo por três vezes e neste mesmo capítulo, versículo 33 fala: "Ainda que todos se escandalizem de ti, EU NUNCA me escandalizarei de ti" 
34 - Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que, nesta mesma noite, antes que o galo cante, três vezes me negarás.
35 - Disse-lhe Pedro: Ainda que me seja necessário morrer contigo, DE MODO ALGUM TE NEGAREI. E TODOS os discípulos disseram o mesmo".
Versículo 56 "TODOS FUGIRAM"
É. A igreja que tem apóstolos como esses, hein?
Mais adiante, a partir do versículo 69 - "Ora, Pedro estava assentado fora, no pátio; e, aproximando-se dele uma criada, disse: Tu também estavas com Jesus, o galileu.
70 - Mas ele negou diante de TODOS, dizendo: Não sei o que dizes.
71 - E, saindo para o vestíbulo, outra criada o viu, e disse aos que ali estavam: Este também estava com Jesus, o Nazareno.
72 - E ele negou outra vez com juramento: Não conheço tal homem.
73 - E, daí a pouco, aproximando-se os que ali estavam, disseram a Pedro: Verdadeiramente também tu és deles, pois a tua fala te denuncia.
74 - Então começou ele a praguejar e a jurar, dizendo: Não conheço esse homem. E imediatamente o galo cantou.
75 - E lembrou-se Pedro das palavras de Jesus, que lhe dissera: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente."
Amigo é aquele cuja amizade vai além do verbo. 
O verdadeiro amigo nos valoriza pelo que somos e não pelo que temos ou pelo que fazemos.
Sendo honesto, se você fosse traído como Jesus, o que você faria com esses 12 discípulos?
Sabem o que Jesus fez? Amou os seus amigos e apareceu para eles no tempo de sua ressurreição, de maneira serena falando: "Paz seja convosco". Nada foi pedido em troca. Amizade não é poupança. Não se aplica para depois resgatar.

De tudo que coloquei aqui, quero tecer algumas considerações pessoais:

1° - Pedro tirou galinha do seu cardápio para sempre.

2° - Não sou melhor que os discípulos. Eles são humanos, assim como eu sou. Quantas vezes no meu dia-a-dia eu não faço o mesmo com Jesus, de maneira consciente até? Sou um vacilão, pecador, miserável ao ponto de pensar que se eu fosse Deus, jamais habitaria em mim.

3° - A amizade de Jesus não pede nada em troca. Seu amor e carinho são especiais. Prometi aqui me ater só a esse capítulo, mas peço a permissão e desculpa (olha eu fazendo a mesma coisa) para falar do livro de São Marcos, capítulo 16. Esse é o capítulo em que se descobre que Cristo ressuscitou. Quando entram no sepulcro de Jesus um anjo anuncia a ressurreição e dá um recado:
Marcos 16:7 - "Mas ide, dizei a seus discípulos, e a Pedro, que ele vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis, como ele vos disse." Percebem o carinho e preocupação do amigo Jesus? Ele poderia muito bem ter dito apenas a seus discípulos. Mas mencionou separadamente o nome de Pedro, como forma de carinho, como amor fraternal, como reconciliação. Porque Pedro se sentia rejeitado, triste e havia chorado amargamente.Pedro tá achando que Jesus desistiu dele. Mas Deus não desiste de ninguém. Ele te ama pelo que você é.

4° - E mais importante: A amizade de Deus. Jesus está dizendo neste momento para mim e para você: "Filho, eu também não desisti de você. Você é um vacilão. Mas eu AMO VOCÊ".

Isso é uma verdadeira amizade. Aceita ser amigo DEle? Deixe um comentário aceitando o amor de Deus e sinta o Amor de Deus te encher.
Que a Graça e a Paz do Senhor, seja convosco. E que Deus lhe confira a bênção de amizades assim.

Shalom. Adonai.



Nenhum comentário:

Postar um comentário